Caminhada Contra o Câncer reuniu centenas de pessoas no Parque do Sabiá

Compartilhe:

caminhada em siNem o calor de quase 35 graus desanimou os adeptos da Caminhada Contra o Câncer que se concentraram no último sábado para o percurso de 5 km, no Parque do Sabiá. A atividade foi realizada pelo Grupo Luta pela Vida, ONG do Hospital do Câncer em Uberlândia e contou com a parceria do Hospital Santa Genoveva, Radioclínica, Instituto Avon, Leite Porto Real e HOlhos. No local, os presentes receberam dicas de profissionais sobre prevenção e formas de detectar a doença.

Aproximadamente, 800 pessoas compareceram à Caminhada e receberam camisetas que simbolizam o Outubro Rosa e Novembro Azul. Depois do alongamento e aquecimento deram a volta ao Parque do Sabiá como forma de demonstrar a importância da atividade para a prevenção do câncer de mama e de próstata.

O objetivo do Grupo Luta Pela Vida, idealizador do evento, foi levar informação e qualidade de vida à população, mostrando que por meio da adoção de hábitos saudáveis e com o acompanhamento médico é possível diminuir os riscos da doença.

“A caminhada é um momento de conscientização. Se a pessoa adquire hábito bom de fazer atividade está prevenindo o câncer. Se tem índice de massa corpórea baixa e faz atividade física reduz em 40% chance de ter câncer de mama e os homens na mesma proporção de ter o câncer de próstata”, disse o oncologista do Hospital do Câncer em Uberlândia, Rogério Araújo.

Naila Corrêa participou da caminhada e ressaltou que o esporte é o melhor caminho para a prevenção. “Gosto muito de fazer atividade física. Um dos meus hobbys é o ciclismo, mas adoro fazer caminhada, ainda mais porque acredito que faz bem para o corpo e a mente e ajuda a combater muitas doenças”.

Quem também marcou presença na Caminhada foi Lucas Rudney Silva, de 24 anos. Ele é ex-paciente do Hospital do Câncer em Uberlândia e conta que tratou de uma Rabdomiossarcoma de bexiga aos dois anos de idade. “Meu tratamento durou uns quatro anos, mas hoje estou curado. É sempre muito bom reencontrar amigos que fiz como o Dr Rogério. Sinto-me feliz por ter superado essa doença e estar aqui é uma forma de incentivar aquelas pessoas que sofrem com alguma doença a perseverar e buscar informações”, afirma.

Serviços:
Além da caminhada, o evento contou com serviços de saúde, como aferição de pressão, glicose, cálculo o Índice de Massa Corporal (IMC), distribuição de bonés, leques, água, squeezes (garrafinhas) e até degustação de leite tipo A.

O Grupo também aplicou um questionário preventivo sobre o câncer, desenvolvido pelo Núcleo de Prevenção e Pesquisa de Câncer (NUPPEC) do Hospital. O questionário ajudou a equipe de pesquisadores a orientar mais especificamente mulheres e homens sobre as mudanças de hábitos necessárias para evitar o câncer de mama e próstata. Quem preencheu o questionário foi Maria Helena Dias da Silva, de 55 anos. Ela é de Pirassununga e está em Uberlândia a passeio e disse que adorou participar do evento. “Já tive um tumor no intestino e acredito que a informação é a fonte para a prevenção. Os organizadores desse evento estão de parabéns”, ressalta.

cstands grupo
Familiares se uniram em busca de informações sobre saúde e formas de prevenção no stand do Grupo Luta Pela Vida. (Foto: Fernando Miller)

cerimonial
O aquecimento ficou por conta dos educadores físicos do Sesi, que deixaram o público animado para percorrer os 5km do Parque. Quem também apoiou a causa e mais uma vez foi a mestre de cerimônias do evento foi a jornalista Mônica Cunha, levando informações e muita interação com o público presente. (Foto: Fernando Miller)

O Grupo Luta Pela Vida e Hospital do Câncer em Uberlândia agradecem a toda população presente que caminhou conosco e aos parceiros que apoiaram a causa e colaboraram para a realização desse importante evento.

cagradeimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *