Comunidade de assentados rurais de Uberlândia se une para fazer doação ao Hospital do Câncer

Compartilhe:

A frase ‘a união faz a força’ é um ditado popular bastante conhecido e em algumas ações é possível ver como ele faz sentido. Um exemplo disso é a doação repleta de solidariedade de R$ 1.000,00 feita pela Comunidade de Assentamentos Rurais de Uberlândia, realizada no último sábado (25), no salão paroquial do Santuário de Nossa Senhora Aparecida.

Mais do que pelo valor, a forma como a doação foi conquistada é que se destaca. O valor é resultado da união e da fé dos assentados, durante a novena de Natal realizada no final do ano passado, orientada pelos religiosos da Igreja Católica, Padre Baltazar e Irmã Marlene, que acompanham os assentados. A ideia é que além de ser um momento de oração, a novena possa resultar em uma ação concreta de caridade. “Todos os anos realizamos as novenas e nas últimas edições sempre montávamos cestas básicas, mas os assentados sugeriram que fizéssemos uma ação diferente que pudesse ajudar ainda mais pessoas”, conta a Irmã Marlene.

Cada uma das 13 comunidades organizou, entre uma oração e outra, a forma como arrecadar as doações. Algumas famílias depositavam a cada encontro sua contribuição, enquanto outras preferiram fazer do último encontro da novena o momento de recolhimento dos donativos. Irmã Marlene ressalta como a simplicidade e a vontade de ajudar marcaram o trabalho. “Em algumas comunidades os assentados chegaram a fazer cofrinhos improvisados, de papelão e fita crepe, para guardar as doações”, disse. A Irmã destaca ainda que a beleza da ação vem do fato de que são pessoas muito simples, mas que não deixam de ajudar o próximo. “Muitos deles, quando vieram para o assentamento, não tinham nada e foram ajudados por outras pessoas. Eles não esqueceram como é importante ser solidário com o próximo”, afirma.

O dinheiro total arrecadado com a novena foi de R$1.500,00, que foram divididos em R$ 1.000,00 para o Hospital do Câncer em Uberlândia e R$ 500,00 para a Pastoral da Saúde. A escolha das instituições beneficiadas foi feita por votação. Alice Mendes Pimenta Nunes, uma das assentadas e que auxilia no trabalho dos religiosos junto à comunidade, comenta que a escolha por ajudar o Hospital do Câncer deve-se ao trabalho realizado. “Nós sabemos da importância e da necessidade do Hospital para quem está lutando contra o câncer, por isso decidimos colaborar”, conta.

Alice relata ainda que o valor alcançado é pequeno, mas que foi arrecadado com muito carinho. O dinheiro doado vem do próprio trabalho e sustento dos assentados, que são pequenos produtores rurais. “Sabemos que o valor é pouco, mas o pouquinho de cada um é que faz a diferença. Se todos ajudarem, o pouco vira muito”, conclui Alice.

O Grupo Luta Pela Vida e o Hospital do Câncer em Uberlândia agradecem a doação da Comunidade de Assentados de Uberlândia. Esse gesto de solidariedade é uma colaboração importante na luta contra o câncer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *