Conheça os pais que enfrentam o câncer com ajuda dos filhos

Compartilhe:

No próximo domingo (11) o dia é reservado para eles: os pais. Tão importantes na vida dos filhos, muitas vezes são vistos como exemplo, guerreiros e heróis. Essa admiração aumenta quando os pais passam a enfrentar um inimigo mais poderoso que os encontrados nos filmes e em histórias em quadrinhos. O vilão a ser combatido agora é o câncer. Na companhia dos filhos e da família, os pais parecem não se intimidar com mais esse combate.

Pensando assim, Carmen Lúcia acompanha seu pai, Lázaro Sebastião, às sessões de radioterapia para tratar um câncer na próstata. Todos os dias pai e filha saem de Monte Carmelo para o tratamento no Hospital do Câncer em Uberlândia. Carmen conta que o diagnóstico de câncer foi dado primeiro para a família e depois comunicado ao pai. “Ajudamos muito ele a superar tudo. Ele é um super pai. Eu e meus irmãos somos muito ligados a ele, principalmente neste momento”.

Pai de quatro filhos, sendo duas mulheres e dois homens, seu Lázaro confessa que a preocupação com os filhos nunca acaba. “Eles ainda dão um pouco de trabalho, mas são meu maior tesouro”, afirma.

Companheira: Carmen acompanha o pai todos os dias às sessões de radioterapia. Foto: Hugo Matos
Companheira: Carmen acompanha o pai todos os dias às sessões de radioterapia. Foto: Hugo Matos

Outro pai que também enfrenta um câncer na próstata é Manuel Francisco, de 77 anos, pai de seis filhos, três mulheres e três homens. Em tratamento há 11 meses, faz radioterapia todos os dias, sempre na companhia da filha Eulália Machado e da esposa. Eulália conta que apesar de morar com o pai e acompanhá-lo às sessões de radioterapia, todos os irmãos ajudam a enfrentar a doença. “Brinco que cada filho ajuda com um dom, dando o melhor para o nosso pai”.

Eulália afirma ainda que ajudar o pai durante o tratamento não é um sacrifício. “Meu pai nunca foi um peso. Ele me criou com amor e agora estou só retribuindo esse amor”. Ela diz que a maior qualidade de Seu Manuel pai sempre foi a preocupação com o próximo. “Tenho um irmão que também está enfrentando um câncer e meu pai se preocupa mais com o filho do que com a própria doença”.

Seu Manuel, que agora espalha o amor de pai até para os bisnetos, afirma que não foi um pai severo e que sempre educou os filhos com muito amor. “Sempre fui amoroso, nunca fui um pai que batia ou chamava muito a atenção”. Ele conta que até hoje alguns filhos o preocupam algumas vezes, mas que ser pai é maravilhoso. “Meus filhos são a maior benção da minha vida”, completa.

Eulália afirma que cuidar do  pai é a forma de retribuir com amor tudo que o pai fez por ela. Foto; Hugo  Matos
Eulália afirma que cuidar do pai é a forma de retribuir com amor tudo que o ele fez por ela. Foto; Hugo Matos

2 comentários em “Conheça os pais que enfrentam o câncer com ajuda dos filhos”

  1. I think other website owners should take this internet site as an model, very clean and excellent user friendly design . “When we lose one blessing, another is often, most unexpectedly, given in its place.” by Clive Staples Lewis.

  2. Meu pai teve câncer de intestino em 2005. Operou e fez quimio e ficou bem por 5 anos. Infelizmente a doença voltou e ele veio a falecer em 2011. Porém, me orgulho em dizer que mesmo sofrendo horrores, eu fiquei ao lado dele todos os dias, fui em quase todas as consultas com ele e nas quimioterapias também. Ele se foi, mas eu sei que ele está em um bom lugar, longe dessa doença horrível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *