Família: remédio que alivia a dor

Compartilhe:

dona orvanda2Passar por um câncer é sempre um momento de muita dor e sofrimento, mas ter o apoio da família durante o tratamento ajuda a manter as forças e lutar contra a doença. Foi assim com Dona Orvanda Júlia de Jesus que, em 2001, começou a sentir fortes dores no estômago e a passar muito mal. Com o apoio dos seis filhos adotivos, Dona Orvanda procurou um médico que recomendou um exame de endoscopia. E foi quando recebeu o diagnóstico: câncer no estômago.

Segundo Dona Orvanda, o câncer estava em estágio avançado e o médico recomendou que fosse feita uma cirurgia. “O médico achou melhor fazer a cirurgia para a retirada do tumor. Foi um mês de recuperação. Meus filhos todos me ajudaram muito”, contou Orvanda, que depois da recuperação foi encaminhada ao Hospital do Câncer para iniciar o tratamento de quimioterapia. “Fui muito bem recebida no Hospital. Fiz quimioterapia a cada 21 dias, durante nove meses. Foi muito complicado, passei muito mal, mas meus filhos estavam sempre ao meu lado me dando força. Depois desse período de tratamento, continuei com o acompanhamento dos médicos. Ao todo foram cinco anos lutando contra o câncer, e superei a doença”, disse.

Hoje, aos 83 anos e já recuperada, Dona Orvanda conta que nasceu de novo. “Tenho dois aniversários: a data em que nasci e o dia que fiz a cirurgia”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *