Grupo Luta Pela Vida recebe doação de 40 lenços para as pacientes do Hospital do Câncer

“Por mais que estejamos distantes das pessoas, é uma forma da gente se aproximar por meio da arte, levar um calor, um acalento e a arte consegue dar ainda mais vida as coisas”. Mara Rúbia Colli, professora de Artes Visuais da Eseba-UFU e também coordenadora do projeto Arte na Escola – polo UFU, foi responsável por trazer a arte em forma de presente para as pacientes do Hospital do Câncer. Na última quarta-feira (08), foram entregues 40 lenços confeccionados por professores do projeto Professor Artista, que está vinculado ao programa Arte na Escola – polo UFU.

Mara explica que dentro do projeto surgiu a ideia de desenvolver uma oficina de tie-dye, que é a pintura em tecido de forma orgânica, com várias cores e diversos tipos de amarração. “Na oficina, conversando com o coletivo do Professor Artista, que são 19 integrantes, a gente teve a ideia de produzir os lenços para fazer a doação ao Hospital do Câncer. Pensamos, justamente, nesse lugar da mulher, da doença e também para levar e ajudar na autoestima e trazer mais humanização para esse lugar que pode ser de sofrimento”, comenta.

Para Mara, o interessante foi que, para produzir os lenços, também teve o cuidado com a escolha dos melhores tecidos e cores para as pacientes. “Tomamos a iniciativa de buscar qual era o melhor tecido, que não fosse um tecido que aquecesse muito, mas que também fosse um tecido tramado para poder ter a respiração do coro cabeludo. Pensamos em todas essas questões que pode vir a surgir com o tratamento do câncer, de feridas, para ter o melhor conforto para quem for receber esses lenços”, complementa.

O Grupo Luta Pela Vida e o Hospital do Câncer em Uberlândia agradecem pelo cuidado e carinho com os pacientes oncológicos da instituição de saúde.

Rolar para cima