Irmãs fazem gesto de solidariedade e doam cabelo ao Hospital do Câncer

“Às vezes a gente fica com medo da estética, de ficar muito diferente, mas é tão bom fazermos mudanças, e o cabelo cresce, né”. Este pensamento de Luísa Maria, de 17 anos, fez com que ela e sua irmã Alice, de 11 anos, fizessem um lindo gesto, ao doar seus cabelos ao Grupo Luta Pela Vida. Depois de deixarem os fios crescerem, motivadas ainda mais pela necessidade do cuidado com o próximo por pandemia da Covid-19, as irmãs fizeram a entrega das mechas na última semana, na Unidade 2 do Hospital do Câncer.

Valéria Bento, mãe das doadoras, explica que esta foi a primeira vez que a Alice doou os cabelos e que, anteriormente, ela e a filha mais velha já tinham realizado essa doação em prol da instituição. “A gente decidiu ir em um salão e já cortar o cabelo porque estava muito grande. Temos esse espírito de sempre estar ajudando e é um ato muito bonito, nem é um sacrifício, na verdade é uma satisfação de amor”, comenta.

Para Luísa, que cortou 50 centímetros para doar, a experiência foi muito diferente e ela já pensa na próxima oportunidade para refazer o gesto. “Sempre que eu puder deixar meu cabelo bem cuidado e ele crescer de novo, eu quero poder doar. Acho que é uma ação muito nobre e que mais pessoas poderiam ter essa sensibilidade de doar”.

Faça você também um gesto de solidariedade igual ao das irmãs Alice e Luísa Maria. Clique aqui e entenda como funciona a doação de cabelos.

O Grupo Luta Pela Vida e o Hospital do Câncer agradecem pela doação em prol dos pacientes oncológicos da instituição.

Rolar para cima