Jovem pronto para ajudar

Compartilhe:

Entre os planos que possivelmente muitos jovens façam, estão a vontade de viver novas experiências, de fazer viagens incríveis, ter sucesso profissional rápido, aproveitar os amigos, a família e as festas. Filipe Coutinho, comerciante de 25 anos, provavelmente deseje vivenciar muitas dessas situações, mas resolveu acrescentar mais uma à sua vida: ser voluntário do Hospital do Câncer.

filipe beijo paciente

Há quatro meses, Filipe decidiu organizar seu tempo e todas as terças-feiras junta-se à equipe de entretenimento para divertir pacientes e acompanhantes no Hospital. Segundo Filipe, a decisão de ser voluntário foi espontânea, pois sempre gostou de ajudar o próximo. “A necessidade de servir o outro, seja ele quem for, é essencial para a minha satisfação pessoal”, afirma o jovem voluntário.

Para Filipe, participar do trabalho voluntário no Hospital do Câncer tem sido especial. “Hoje, sem dúvida alguma, o Hospital do Câncer me proporciona as melhores terças que alguém pode ter, com um desenvolvimento do ser e um grande aprendizado sobre a relação do que realmente tem valor na vida de cada um”, conta o comerciante.

Apesar do pouco tempo como voluntário, Filipe já guarda demonstrações de carinho vividas nos corredores do Hospital. O voluntário conta que em uma das manhãs de trabalho recebeu um convite especial de uma das pacientes. “Ela, como toda sua humildade, me chamou no canto e me entregou um envelope, era o convite de casamento dela. Fui convidado e vou com o maior prazer!”, diz Filipe.

filipe caminhada

Filipe aconselha a experiência do trabalho voluntário para outros jovens que valorizam o ato de servir ao próximo. “O trabalho voluntário é na verdade o maior aprendizado de humildade e compreensão. O câncer ou qualquer outro tipo de doença não é curada com um sorriso, mas o sorriso é a minha melhor e maior recompensa. Esse é meu conselho para jovens de 18 a 120 anos que valorizam o servir, sem ao menos conhecer a quem”, afirma.

Questionado sobre se sentiu receio ou medo por ser voluntário em um hospital que trata especificamente do câncer, principalmente por a doença estar ligada ao sofrimento e muitas vezes à morte, Filipe é categórico: “A única coisa que gera receio ou medo na minha vida é deixar passar uma oportunidade de ser útil a alguém ou a varias pessoas. Nasci pra servir, seja lá quem for”, completa o jovem.

Hoje, dia 5 de dezembro, Dia Mundial do Trabalho Voluntário, o Grupo Luta Pela Vida e o Hospital do Câncer agradecem ao Filipe Coutinho e a todos os outros 450 voluntários que dedicam seu tempo e carinho aos pacientes com câncer. A dedicação, o cuidado e a presença de cada um também são poderosos remédios na luta contra o câncer.

filipe voluntarios leito

filipe dancado paciente

filipe voluntarias caminhada

filipe paciente e voluntario corredor

filipe paciente chapeu

filipe entretenimento

filipe fantasiado voluntario

6 comentários em “Jovem pronto para ajudar”

  1. Parabéns Filipe.
    Sua energia realmente é contagiante.
    Faça sua parte!!
    Dê seu sorriso largo, ingênuo e sincero.
    Seja a diferença na viada destas pessoas que só querem viver.
    É preciso saber viver e vc com certeza sabe.
    Beijos e muito carinho a vc e aqueles com quem vc compartilha o tempo.
    Lísa

  2. Adorei, já faz algum tempo meu coração pede p ser voluntaria há mais de um mês fiz a doação do meu cabelo e aproveitei p fazer minha inscrição p ser voluntaria se Deus quiser em breve com vocês!!!!!!Aguardando minha vaga…….Tatiana miranda de Tupaciguara………

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *