Leucemia: como identificar e se prevenir

A Leucemia é um tipo de câncer que ocorre quando os glóbulos brancos, responsáveis pela defesa do organismo, perdem essa função e começam a dividir-se de maneira descontrolada. Ela se inicia sempre na medula óssea, tecido localizado no interior dos ossos e responsável pela produção das células sanguíneas.

Existem diferentes versões de leucemia. Os grupos principais são divididos pela gravidade – crônica ou aguda – e pelos tipos de glóbulos brancos afetados – linfoides ou mieloides –, gerando as seguintes combinações:

+ Leucemia linfoide crônica (LLC), mais comum em pessoas com mais de 55 anos

+ Leucemia mieloide crônica (LMC), mais comum em adultos

+ Leucemia linfoide aguda (LLA), mais comum em crianças 

+ Leucemia mieloide aguda (LMA), que pode ocorrer em crianças e adultos, sendo mais comum em idosos 

O que causa a leucemia? 

Há uma série de coisas que podem desencadear a leucemia, mas não existe uma relação de causa e efeito tão direta como ocorre com o tabagismo e o câncer de pulmão, por exemplo. 

Por falar em cigarro, vale pontuar que ele tem uma conexão com a leucemia mieloide aguda, sendo o único fator que pode ser evitado. 

Quais são os sintomas da leucemia? 

Infecções graves recorrentes, anemia, cansaço, palidez, falta de energia, hemorragia na gengiva, sangue na urina e hematomas pelo corpo são possíveis sinais da leucemia. 

Entender esse caminho é importante para não chegar a confusões, como a de achar que a anemia pode evoluir para uma leucemia. Na verdade, é o contrário. Como citado, a anemia pode ser um indício da leucemia.

Confira no vídeo abaixo, do Dr. Lucas Oliveira, hematologista do Hospital do Câncer em Uberlândia, informações importantes sobre a conscientização da leucemia.

Rolar para cima