Um pouco de esperança e Raul Seixas na luta contra o câncer

Compartilhe:

dona clarice hospital do cancer rostoQuimioterapia, muitas consultas médicas e… Raul Seixas. Esses são alguns dos principiais companheiros de Clarice Ferraz, de 54 anos, que há dois anos luta contra o câncer de mama.

A salgadeira conta que descobriu a doença ao fazer exames e detectar alguns nódulos no seio: dois de dimensões maiores e um pequeno. A retirada dos dois nódulos maiores não trouxeram problemas, pois eram benignos, mas o menor deles traria o diagnóstico do câncer de mama. “Fiquei desesperada. Quando recebi a notícia, fiquei em choque, a gente acha que vai morrer”, conta Clarice.

A primeira fase do tratamento, a quimioterapia, foi para Clarice uma das etapas mais difíceis, devido aos efeitos colaterais. “Passava muito mal. Não conseguia comer direito, emagreci 12 kg”. Após as sessões de quimioterapia, era chegada a hora da cirurgia para retirada da mama (mastectomia). “Depois da cirurgia, eu chorei umas duas horas seguidas, me senti mutilada. Fiquei 10 dias sem me olhar no espelho. Foi difícil”, conta Clarice. A paciente afirma que somente aos poucos entendeu a importância da cirurgia e compreendeu melhor a situação que estava passando. “Tem gente que se preocupa demais com a estética. A beleza uma hora vai embora, e a doença se não cuidarmos, muitas vezes não vai. Então decidi cuidar mais da minha saúde”, relata. Para dar continuidade ao tratamento, Clarice está agora fazendo sessões de radioterapia.

dona clarice plano medio hospital do cancer

Apesar de se mostrar forte, segundo a paciente, sem a ajuda da família tudo teria sido mais difícil. Clarice conta que o apoio da filha, do genro e do irmão foram fundamentais para superar os momentos mais complicados do tratamento. Além da família, a paciente encontrou um outro incentivo para enfrentar a doença: ouvir Raul Seixas, mais especificamente a música ‘Tente Outra Vez’. “Eu ouço a música do Raul todos os dias, porque ela me ajuda lembrar que tenho que lutar, e se não der certo, tentar outra vez. A música não me deixa baqueada diante da doença”, afirma Clarice.

Para as mulheres que vão iniciar o tratamento, a paciente deixa um recado: “É importante confiar no tratamento, seguir certinho, ele dá resultado. A gente tem que tomar a iniciativa de se tratar e acreditar no tratamento”.

O próximo plano de Clarice quando estiver curada é realizar seu grande sonho, ver o mar pela primeira vez. A viagem já está sendo planejada e a paciente pretende viajar sozinha. “Quero aproveitar meu tempo e curtir minha vida”, afirma.

Fotos: Rodrigo Guimarães Neves

dona clarice cintura hospital do cancer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *