Vivendo a vida – a história de Gutemberg Carvalho

Cantor há mais de 32 anos, Gutemberg Carvalho vive a vida embalado em uma grande canção. Se criasse uma música sobre o que foi seu último ano, com certeza o refrão seria motivador e com esperança, já o início contaria os primeiros passos do tratamento de um câncer de testículo. “Uma vez no banho eu notei que o testículo direito estava um pouco duro, mas aí a gente pensa que pode ter sido uma pancada. Nos últimos meses ele começou a crescer muito, aí eu passei a estudar sobre e antes do diagnóstico do médico eu já sabia que estava com câncer de testículo”, comenta.

Caso essa canção fosse realmente escrita, a estrofe seguinte seria responsável por contar sua entrada no Hospital do Câncer. Guto, como é comumente chamado, relembra que o diagnóstico da doença foi um teste para ele, já que dizia que não iria tratar se tivesse câncer, pois achava que era uma doença sem cura. “Papai do céu falou assim: ‘vem cá que eu vou te mostrar que você está um pouquinho equivocado’. No primeiro dia, eu parei e pensei que estava no Hospital do Câncer e não para visita, como paciente. Ai depois você quebra aquilo tudo, você passa a ter amizade, os colaboradores vêm, conversam com você, tratam bem.”

E no embalo da melodia, entre os versos da vida, vários momentos vão sendo marcados. A consulta no dia 13 de abril de 2021, a cirurgia no dia 30 do mesmo mês e, por fim, dia 24 de setembro como a finalização do último dos quatro ciclos da quimioterapia. Mais importante do que as datas, Guto se lembra de pessoas: “Eu tive mais que ajudar do que ser ajudado. Minha família, meus pais, meus sobrinhos, os amigos, eles ficaram muito preocupados. Câncer é uma coisa que ninguém quer ter, só que todo mundo enxerga da maneira a qual eu enxergava. Então eu que ajudava e tranquilizava eles dizendo para terem calma, que eu estava me sentindo bem”.

O refrão da música, aquela parte que se repete diversas e diversas vezes ao longo da canção, traz um tom de esperança e de acreditar que nada que se passa na Terra é em vão. “Eu tenho muita gratidão, é muito bom você ver que ali você tem um respaldo, você tem um carinho, tem um tratamento, tudo bem feito. E volto a dizer, as pessoas tem que colocar na cabeça a necessidade de ajudar, porque amanhã pode ser você, a gente torce pra que não.”

E em meio a criação da música da vida, Guto já tem uma canção específica que marca esse meu momento. Na voz de Bruno e Marrone, a música diz: “vou vivendo a vida, momento a momento. Deixando o meu sentimento nas canções que eu invento”.

Dessa música inventada, um pouco da história de Guto foi contada. A rima faz parte da canção, com todas as memórias que nosso paciente guarda em seu coração.

Rolar para cima